Agricultores de Igrejinha recebem 24 toneladas de adubo natural

O município foi beneficiado por um projeto da Secretaria do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR) e, através dele, pode beneficiar 48 famílias de agricultores com a doação de fosfato natural reativo. O composto é um adubo aceito para agricultura orgânica e age corrigindo a necessidade de fósforo no solo. Assim, auxiliará os produtores igrejinhenes em diversas culturas, como feijão, mandioca, batata, uvas, goiaba, legumes. 

Ao total, foram repassadas mais de 24,1 toneladas de fosfato e cada família recebeu em média 10 sacos de 50kg do adubo. Desta forma, o incentivo beneficiará mais de 50 hectares de solo no município. O projeto foi inscrito junto à secretaria estadual em novembro passado, numa ação conjunta entre Secretaria Municipal de Agricultura, Turismo e Lazer e Emater/RS-ASCAR. A Secretaria Municipal de Obras e Trânsito também foi parceira da iniciativa, fornecendo recursos estruturais e humanos para o transporte das cargas de fosfato até as propriedades das famílias beneficiadas.

"Além da entrega do composto, promovemos reuniões para discutir a transição para a agricultura ecológica com as famílias. Também, realizamos oficinas com demonstrações de tecnologias sustentáveis aos agricultores locais. Por isso, celebramos o repasse desta grande quantidade de fosfato, pois temos certeza que será de grande importância a todas as famílias beneficiadas", comenta a agrônoma da Emater de Igrejinha, Ana Lúcia Trentin.